Número total de visualizações de página

22.10.09

O FIM DA Iª GUERRA MUNDIAL


Em 1917 a entrada dos americanos na guer­ra e a saída da Rússia através do tratado de Brest-Litovski decidiu a sorte do conflito.
Uma paz precária:

Terminada a Guerra os países aliados reuniram-se em Paris na conferência da Paz (1919). Onde uma das tarefas era o reordenamento do espaço europeu, do médio oriente e das possessões coloniais dos países vencidos.
Nesta conferência foram aprovados vários tratados, um dos quais o de Versalhes com a Alemanha. Estes tratados impuseram aos países vencidos condições humilhantes e definiram um novo mapa político mundial que impunha à Alemanha as seguintes condições:
- restituir a Alsácia e a Lorena à França;
- ceder as minas de carvão do Sarre à França por um prazo de 15 anos;
- ceder as suas colónias, submarinos e navios mercantes à Inglaterra, França e Bélgica;
- pagar aos vencedores, a título de indemnização, elevadas quantias;
- reduzir seu poderio bélico, ficando proíbida de possuir força aérea e de fabricar armas;
- reduzir o exército a menos de 100 mil homens

Declínio da Europa e Ascensão dos Estados Unidos

O Fim da supremacia Europeia

Devido À 1ª Guerra Mundial, a Europa tivera necessidade de adquirir matérias-primas, alimentos e armas, sobretudo aos EUA. Para pagamento das dívidas contraídas, parte do ouro europeu foi progressivamente transferido para os EUA e a Europa passou de credora a devedora aos EUA.
Com isto tudo os EUA beneficiaram de um excepcional crescimento económico.
A 1ª Grande Guerra causou grande número de mortos e feridos, destruiu terras e fábricas e alterou o mapa político da Europa. Para evitar futuros conflitos, criou-se a Sociedade das Nações.Mas a guerra marcou, também, o fim da supremacia europeia no mundo: os Estados Unidos tornaram-se na 1ª potência mundial

Sem comentários: